Morcegos

Saiba porque morcegos podem ser considerados pragas urbanas

Os morcegos são mamíferos que ficaram conhecidos nas telas de cinema através de personagens de ficção como os vampiros. Porém, apenas uma pequena parcela deles realmente se alimenta de sangue, a maioria se nutre através de frutas, insetos e seivas de plantas.

O termo “morcego” significa rato cego, mas eles não são totalmente cegos, ao contrário do que muitos pensam, Na verdade, a maioria deles enxerga em preto e branco e, como caçam à noite, desenvolveram uma espécie de sonar, que permite sua locomoção com facilidade no escuro (chama-se ecolocalização). O fóssil do morcego mais velho encontrado possui cerca de 50 milhões de anos. São animais bem antigos na Terra.

No Brasil, há cerca de 138 espécies de morcegos, espalhadas por todo o país. O morcego é o único mamífero capaz de voar. Os animais ficam de cabeça para baixo para facilitar o seu vôo, além disso, nessa posição eles possuem mais equilíbrio.

Os morcegos podem ser considerados pragas quando habitam perímetros urbanos, pois transmitem doenças para os seres humanos, como a raiva.

Além disso, fungos que causam problemas respiratórios podem desenvolver-se em seus excrementos.

Não se deve exterminá-los sem controle, pois além de ser crime ambiental, causaria um desequilíbrio no ecossistema. Morcegos são predadores naturais de outros animais e ajudam na dispersão de sementes, contribuindo para o reflorestamento.

Algumas doenças que podem ser transmitidas pelos morcegos são: raiva, histoplasmose, salmonelose e parasitoses em geral. É importante que, após a detecção do animal, não se tenha contato direto com ele, para evitar problemas de saúde e acidentes de ataque.

É importante efetuar o manejo de morcegos com empresa especializada para que seja realizado o procedimento correto de manejo dos animais.

Messenger icon
Olá! Em que podemos ajudar?
× Como posso te ajudar?